Quanto posso cobrar do meu cliente?


O trabalho do advogado muitas vezes é autônomo e variado, e por isso mesmo pode acontecer de não sabermos quanto cobrar por um serviço (seja a interposição de uma ação, elaboração de um recurso ou até mesmo o exame de um processo).

É para isso que existe a tabela de honorários da OAB. Lá eles indicam os valores mínimos que você pode cobrar de acordo com o serviço prestado. 

Parte Geral

1 – AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER:
Salvo outra disposição na presente, 20% sobre o valor econômico da questão. Mínimo, haja ou não benefício patrimonial, R$ 4.253,68.

2 – RECURSOS:Mandatário expressamente constituído ou substabelecido:
a) interposição de qualquer recurso, mínimo R$ 2.126,85;
b) contra-razões de qualquer recurso, mínimo R$ 2.126,85;c) elaboração de memoriais, mínimo R$ 2.126,85;d) sustentação oral, mínimo R$ 4.253,68;
e) simples acompanhamento de recurso, mínimo R$ 1.276,11.
NOTA: No caso de sustentação oral perante Tribunal sediado em outra cidade, mínimo R$ 8.507,37, mais despesas de viagem.

3 – EXAME DE PROCESSOS EM GERAL:Mínimo R$ 619,48.

4 – PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM AUDIÊNCIA:Mínimo R$ 850,74.

5 – PRECATÓRIAS:
a)
citação, intimação, notificação ou interpelação, mínimo R$ 1.032,45;

b) outros fins, mínimo R$ 1.445,43;
6 – ADVOCACIA DE PARTIDO:Sem vínculo empregatício, valor mensal, mínimo R$ 2.126,85;

(...)

Advocacia Trabalhista

78 – RECLAMAÇÕES TRABALHISTAS:
a) patrocínio do reclamante: 20% a 30% sobre o valor econômico da questão ou eventual acordo, sem a dedução dos encargos fiscais e previdenciários, mínimo: R$ 850,74;
b) patrocínio do reclamado: 20% a 30% sobre o valor econômico da questão, mínimo R$ 3.097,34.

79 – PEDIDO DE HOMOLOGAÇÃO JUDICIAL DE DEMISSÃO DE EMPREGADO:
Mínimo R$ 2.126,85.

80 – INQUÉRITO PARA DEMISSÃO DE EMPREGADO:
Mínimo R$ 2.126,85.

81 – FORMULAÇÃO DE ACORDOS, CONVENÇÕES COLETIVAS DE TRABALHO E DISSÍDIOS:
Mínimo R$ 4.253,68, como advogado de qualquer das partes.

(...)

Acidente de Trabalho

86 – INDENIZAÇÃO:20% a 30% sobre o valor econômico da questão, mínimo R$ 4.253,68.


Vale lembrar que não existe valor máximo, mas tenha bom senso na hora de cobrar de um cliente.

Leia também Quanto cobrar para fazer uma audiência trabalhista? ;)

Melissa

Formadas em 2003 e pós-graduadas logo em seguida ♡ Ajudando colegas desde 2015!

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi, Marcia! Tudo bem?
      Para entrar em contato, peço que preencha o formulário do link abaixo:

      http://www.manualdoadvogado.com.br/p/contato.html

      Caso esteja interessada em fazer uma parceria ou outro contato profissional, solicite o MÍDIA KIT 2016, e descreva sua proposta :)

      Excluir
  2. Dra. Melissa, boa tarde!

    Fui contatada por um cliente para ingressar com Ação Acidentária em face do INSS. Realmente não sei qual valor cobrar pois será a minha primeira ação. Poderia me orientar?

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?

    A tabela da OAB fala o seguinte:

    Parte Geral
    1 – AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER:
    Salvo outra disposição na presente, 20% sobre o valor econômico da questão. Mínimo, haja ou não benefício patrimonial, R$ 4.253,68.

    Não sei se essa é a prática da profissão.
    Existe um grupo no Facebook destinado a ajudar advogados iniciantes e lá eles podem te orientar melhor:

    https://www.facebook.com/groups/433287706871415/

    É só pedir autorização que eles incluem, ok?
    Abraço e boa sorte! ;)

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, Dra. Melissa!

    Pode me tirar uma dúvida, os honorários previstos na Tabela da OAB-SP referente as reclamações trabalhistas somente são pagos ao final da ação?? Ou pode ser convencionados antes - na contratação do serviço??

    Minha dúvida é a seguinte, posso cobrar o cliente um valor pela prestação dos meu serviço + honorários de 20% a 30%? Ou não posso cobrar e só receberia esse valor pelo exito da ação?? E se perdesse a ação,não receberíamos nada pelo nosso trabalho??

    Desde já obrigada!

    Seu site tem sido de grande valia aos que militam ou desejam advogar na área trabalhista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Keyla! Tudo bem?
      Que bom que gosta do conteúdo do blog :)
      Quanto à sua dúvida, depende do que você acordar com o seu cliente.
      Na Trabalhista a praxe é o pagamento ao final e se houver êxito, mas se tiver uma dúvida mais específica ou precisar alinhar uma estratégia para cobrança dos seus honorários, tenho um programa de Mentoria que pode ajudar bastante:

      www.mentoriajuridica.com.br

      Se tiver interesse, é só avisar!
      Abraço ;)

      Excluir
    2. Obrigada Dra. Melissa, vou dar uma olhada no Programa de Mentoria!

      Grata!
      =)

      Excluir