receba nossas postagens no seu e-mail!

Manual do Advogado

Acho que você está acompanhando as mudanças na legislação trabalhista, né? 
Pois bem! No dia 13 de julho de 2017 o Presidente Michel Temer sancionou a Reforma Trabalhista e as alterações já foram publicadas no DOU em 14 de julho, ou seja, em 120 dias já entram em vigor!
O Conselho Nacional de Justiça fez uma matéria bem bacana no Facebook explicando tudo o que vai mudar. A explicação ficou bem didática, então vou reproduzir aqui, ok? 
Vamos lá:

Lembrando que tudo ainda é muito novo, então com certeza teremos uma fase de adaptação 🙂

PS: O tema é polêmico, então só aceitarei comentários respeitosos, ok? 
Você pode ser contra ou a favor da Reforma, desde que apresente seus argumentos civilizadamente. 

___________________________

Crédito das imagens da matéria: CNJ – Conselho Nacional de Justiça
Crédito da imagem do topo: Reprodução (internet).

Leia também

Deixe seu comentário

6 Comentários

  • Melissa
    02 outubro, 2017

    Oi, tudo bem?Está certo sim!Se a perícia ainda não foi feita, você pode desistir. Abraço!

  • Juliana
    28 setembro, 2017

    Ótimo material!Tenho uma dúvida quando aos honorários periciais. Tenho um processo em andamento desde março/2017 e só agora em setembro foi feita a audiência inicial. Na ata da audiência consta que a parte autora foi alertada (embora nada tenha sido dito) de que o ônus de pagar os honorários periciais será da parte sucumbente, mesmo que beneficiário da justiça gratuita. Está correto isso? Mesmo que a nova lei ainda não esteja em vigor e o processo já esteja em andamento? Posso desistir do pedido referente à perícia mesmo após a audiência inicial?

  • Melissa
    24 julho, 2017

    Que bom que gostou 🙂

  • Daymiller Paraiso
    24 julho, 2017

    Ótimo adendo Drª

  • Melissa
    20 julho, 2017

    Oi, tudo bem?Posso te ajudar sim! Tenho uma Mentoria Jurídica para atender exatamente para esse tipo de necessidade (inclusive para elaboração de cálculos): http://www.mentoriajuridica.com.brSe tiver interesse, é só me avisar!Abraço 😉

  • AN
    20 julho, 2017

    Como fazer a contagem de meses referente a estabilidade de uma gestante demitida (a gestação confirmou como data inicial 27/03/2017 e tem prazo aproximado para o parto em 20/11/2017. Indenizaram R$ 9.695,86 com salário de R$ 1.190,20. PODE ME AJUDAR? É o primeiro processo trabalhista dessa natureza que atuo.