Valores Trabalhistas (até 01/08/2021) ─ Custas: 2% sobre a condenação | Depósito Recursal em Recurso Ordinário: R$ 10.986,80 • Recurso de Revista: R$ 21.973,60 • Embargos: R$ 21.973,60 • Recurso em Ação Rescisória: R$ 21.973,60 • Agravo de Instrumento: metade do valor do depósito do recurso que pretende destrancar (art. 899, §7º da CLT)
PráticaVídeo

Como despachar com o juiz?

Hoje vou ensinar uma coisa que é muito corriqueira na vida do advogado, mas que dá um frio na barriga só de pensar: como despachar com o juiz.

O QUE É DESPACHAR?

Despachar com o juiz nada mais é do que falar com ele pessoalmente sobre alguma petição que você precisa que ele aprecie. Você pode fazer isso em audiência ou no gabinete.
Vale lembrar que:

“Estatuto da OAB – Art. 7° São direitos do Advogado:
VIII – dirigir-se diretamente aos magistrados nas salas e gabinetes de trabalho, independentemente de horário previamente marcado ou outra condição, observando-se a ordem de chegada;”

COMO DESPACHAR COM O JUIZ EM AUDIÊNCIA

  • Ligue para a Vara e verifique os horários de audiência do juiz (alguns fazem pela manhã e outros somente a tarde).
  • Se for processo eletrônico, já junte a petição nos autos.
  • Chegue cedo, de preferência no horário das primeiras audiências.
  • Vá até a secretaria da Vara e faça carga dos autos (normalmente os juízes não olham o processo, mas pode ser que ele queira ver). Se for processo eletrônico, pule essa etapa.
  • Entre na sala de audiências e aguarde o intervalo entre uma e outra.
  • Quando tiver um intervalo, se aproxime do juiz e peça: “Bom dia, Excelência! Eu preciso despachar uma petição com o senhor.”. Se ele pedir para aguardar, aguarde. Se ele indicar que você pode falar, aí vá para o próximo passo.
  • Você vai explicar brevemente o caso para o juiz, bem como os termos da sua petição e pedir que ele despache. Ele pode:
    • Decidir na hora;
    • Despachar: “J. Conclusos”;
    • Pedir para você falar com o Diretor da Vara.
  • Devolva os autos e entregue a petição despachada na secretaria da Vara. Você deve ficar com uma cópia do protocolo.

COMO DESPACHAR COM O JUIZ NO GABINETE

  • Ligue para a Vara, fale que precisa despachar uma petição e verifique os horários de atendimento do juiz (alguns fazem pela manhã e outros somente a tarde).
  • Se for processo eletrônico, já junte a petição nos autos.
  • Chegue no horário.
  • Vá até a secretaria da Vara e faça carga dos autos (normalmente os juízes não olham o processo, mas pode ser que ele queira ver). Se for processo eletrônico, pule essa etapa.
  • Bata na porta do gabinete e aguarde ser chamado.
  • Ao ser atendido, diga: “Bom dia, Excelência! Eu preciso despachar uma petição com o senhor.”. Se ele pedir para aguardar, aguarde. Se ele indicar que você pode entrar, aí vá para o próximo passo.
  • Você vai explicar brevemente o caso para o juiz, bem como os termos da sua petição e pedir que ele despache. Ele pode:
    • Decidir na hora;
    • Despachar: “J. Conclusos”;
    • Pedir para você falar com o Diretor da Vara.
  • Devolva os autos e entregue a petição despachada na secretaria da Vara. Você deve ficar com uma cópia do protocolo.

ATENÇÃO!

  • Nunca despache petições simples ou desnecessárias (ex.: juntada de substabelecimento). Veja se a conversa com o juiz é realmente imprescindível.
  • Nem todos os juízes são pacientes ou educados, por isso seja firme, mas sempre muito calmo e polido. Se o juiz for grosso ou não quiser te atender, agradeça e saia da sala.
Você já teve a experiência de despachar com o juiz?
Me conta como foi!
https://youtu.be/ydpcxuOa8Qw
Formada em 2003 e pós-graduada logo em seguida. Já atuou em alguns dos escritórios trabalhistas mais admirados do Brasil. Em 2015 criou o portal Manual do Advogado e o site Mentoria Jurídica.

Qual é a sua reação?

Posts Relacionados

1 de 4

157 Comentários

  1. ISADORA says:

    Incrível artigo.
    Como profissional começando a vida na advocacia, detalhes como esses nos são mais segurança.
    Grata por sua disponibilidade, empatia e graça Dra, seu trabalho auxiliará muito colegas.

  2. Waléria says:

    Olá,
    Tenho um processo de restabelecimento de bpc e mesmo com pedido de tutela provisória está demorando muito. Conclusos para decisão. O que posso fazer?

    • Waléria, só atuo na trabalhista, então não sei o que funcionaria 🙁
      Mas acho que vale tentar contato com a Vara, ou fazer uma petição pedindo o andamento do feito ou até mesmo um despacho com o juiz!

  3. Kaio Vital says:

    Eu preciso que uma audiência de conciliação seja dispensada e que o feito siga logo para julgamento. Já peticionei pedindo isso mas a petição não foi apreciada ainda. Seria o caso de ir despachar com o juiz? A audiência foi marcada para uma data de 6 meses a partir de hoje, e o cliente está com problemas no seu medidor de energia e teve faturas que chegaram a vir com um aumento injustificado de até 150%.

  4. Vitor says:

    Boa tarde, trabalho em conjunto com um administrador judicial em um processo de falencia ja concluso, no entanto, falta um pagamento que nao foi feito por erro da vara, e tento ja uns dias sanar tal problema e ate agora so desidia e desculpas pelo erro q eles ja constataram ser deles, efim, tem alguma possibilidade de despachar com o juiz ou devo continuar tentando com a secretaria da vara?

  5. Igor Vinicius says:

    Uma liminar urgente eu despacho diretamente com o juiz por e-mail? visto que estamos em pandemia

  6. Eloáh says:

    Olá! Gostaria de saber como proceder na seguinte situação: para despachar uma liminar de saúde urgente, sendo que por conta da pandemia o fórum está fechado e no telefone do ofício e no do gabinete ninguém atende, para quem mando o e-mail e o que peço exatamente? Deixo telefone para contato, requeiro audiência,…?

  7. ANA CRISTINA says:

    Bom dia Dra.Melissa, estou com peticão de quitaçao de penhora na mesa do Juiz pra ele levantar a penhora e despachar é muito urgente.O que posso fazer para agilizar esse documento.

  8. anderson says:

    Melissa , estou com um caso parecido da Patrícia , meu cliente é idoso quase 75 anos , os alimentos foram decretado através de investigação de paternidade , o processo era físico , mas parece que esta digital , e consta como arquivado. Acontece que meu cliente não tem nenhuma cópia da sentença , para eu poder entrar com um processo independente , ou seja , entrei com um pedido de desarquivamento e habilitação no processo , para poder obter a cópia da sentença , mas até agora nada, o que eu faço? posso tentar despachar com juiz um pedido de habilitação no processo mesmo estando arquivado mas já transformando em processo digital, em segredo de justiça , para conseguir a copia da sentença ?

    • Oi, Anderson! Tudo bem?
      Só atuo na Trabalhista e aqui as coisas tem uma dinâmica um pouco diferente, mas a minha recomendação é que você tente localizar o nome deles no Jusbrasil para tentar localizar o número de processo e começa a sua investigação a partir daí 😉

  9. Feh says:

    Melissa, acabei de conhecer este blog. Estou no 4. semestre de direito, e tenho um trabalho que é, basicamente, uma simulação de despacho com o professor sobre qualquer caso, mesmo que hipotético. Mas, estou em dúvida sobre o que apresentar, qual situação, qual caso. Poderia me dar uma dica? Eu mesmo elaborarei a argumentação, mas, não consigo pensar em nenhum cenário.

    • Oi, Felipe! Tudo bem?
      Você pode despachar sobre vários assuntos:
      – Liberação de valor penhorado em conta poupança;
      – Dilação de prazo para juntada de documentos;
      – Pedido de expedição de alvará;
      – Reconsideração de tutela;
      – Pedido de adiamento de audiência;
      – Pedido de homologação de acordo já protocolado;
      – Etc…
      As possibilidades são infinitas 🙂

  10. Patricia R S B says:

    Bom dia, Melissa, Tudo bem?
    Difícil despachar com juízes nesta época de pandemia.
    Estou com uma ação de exoneração de alimentos, o cliente é idoso de 76 anos e fiz o pedido com liminar, portanto tem a urgência e a tramitação prioritária.
    Ocorre que, já liguei para a vara de Família, já fui pessoalmente, mas o juiz não estava, falei com o assessor do juiz.
    Segundo o assessor , já esta na mesa para despachar, mas até agora nada. vai fazer 01( um) mês e nada.
    O assessor me aconselhou a fazer o pedido por e-mail, deixar um contato de telefone pedindo para o juiz retornar.
    Minha dúvida, Melissa:
    Como posso fazer este pedido para eu ser atendida o mais rápido possível? Tendo em vista que, o assessor me informou ter várias urgências na mesa para juiz despachar.
    Preciso fazer um pedido para chamar a tenção dele, mas estou sem saber de que forma posso fazer isso.
    Por favor, pode me ajudar????
    Grata!

    • Oi, Patrícia! Tudo bem?
      Sugiro que faça exatamente como eles recomendaram: manda e-mail explicando a urgência e deixar o seu contato telefônico para o juiz retornar.
      Para o processo andar mais rápido, a minha sugestão é que ligue ou vá até lá ou mande e-mail toda semana… Tem que ficar em cima mesmo!
      Aqui na Trabalhista funciona.
      Boa sorte 🙂

  11. Felipe Pontes says:

    Boa noite Melissa. Protocolei um Agravo de Instrumento e estou aguardando o despacho, porém, por estarmos no período de pandemia, tentei contato com o gabinete do des. relator, mas fui idicado para encaminhar um email já que não estão atendendo presencialmente ou por telefone. Como você sugere que esse email seja enviado??
    Desde já agradeço.

    • Oi, Felipe!
      Fala no seu e-mail que entrou em contato e recebeu essa orientação.
      Em seguida, faça as suas considerações sobre o despacho do AI 😉

  12. Sandra says:

    Oi Melissa, tudo bem?
    Difícil despachar com juízes nesta época de pandemia, não é?
    Preciso despachar com um Desembargador, antes de audiência virtual.
    Vou protocolar petição requerendo retirada de pauta, com base em Ato Normativo e art 7º, da Lei 8906/94.
    Alguma dica?
    Obrigada
    Sandra

    • Sandra,
      O caminho mais fácil é ligar para o assessor dele ou mandar e-mail para a Turma.
      Mas lembrando que existe o Julgamento virtual e o telepresencial.
      Se você se inscrever para sustentar no virtual, provavelmente será designada uma nova sessão, só que telepresencial, onde será aberta a oportunidade de sustentação oral.
      Boa sorte ?

  13. CRISTINA says:

    Boa tarde Dra. Tenho 2 dúvidas:
    1) preciso despachar no TJMA 2 liminares e queria saber se preciso primeiro distribuir no pje a procuração+liminar e após isso imprimir a liminar protocolada e despachar com o juiz da Vara?
    2) Eu já tenho 1 liminar deferida em outro fórum a mesma situação e mesmo cliente, ao despachar posso mencionar para o juiz do deferimento dessa liminar para ter mais chance de obter êxito?
    Desde já agradeço muito atenção e vai me ajudar muito.
    Obrigada
    Cristina

    • Oi, Cristina! Tudo bem?
      1) Primeiro distribui e depois vai despachar com o juiz. Não é obrigatório imprimir… Pode levar uma cópia no celular, por exemplo, para te orientar na argumentação!
      2) Pode citar a primeira liminar como reforço de argumento sim, mas os juízes são independentes. Sugiro que faça isso de maneira bem sutil!
      Boa sorte! 😉

  14. Ruan Sousa says:

    Boa tarde Melissa, caso o juiz se recuse a atender o advogado com o horário marcado, mesmo que isso não seja necessário, como por questão de conveniência. Existe algum procedimento interno ou algum ato do próprio advogado diante da conduta do juiz?

    • Oi, Ruan! Tudo bem?
      Tente remarcar. O ideal é a reunião acontecer em um momento que seja adequado para todos.
      Eu normalmente foi no início ou fim da pauta de audiências do dia 😉

  15. Karla says:

    Bom dia!
    Fui contratada para fazer uma diligência onde preciso despachar com o juiz. Minha dúvida é se preciso de procuração para me habilitar no processo.

  16. Aj14 says:

    Olá, preciso de forma urgente de uma certidão de objeto e pé de um proceso físico, que está concluso com o juiz. Devo protocolar uma petição com o pedido antes de despachar com ele? Ou devo somente levar impressa a petição no momento em que for falar com ele? Obrigado!

  17. Margarida says:

    Boa noite melissa, estou com um cliente que ajuizou uma ação de interdição
    em face de sua tia idosa e incapacitada na defensoria pública, porém o defensor não cumpriu os prazo, saiu de férias o processo não anda, nesse sentido posso me habilitar e despachar com juiz uma vez que a interditada está muito doente e com isso encontra- se incapaz de ir ao banco receber seu beneficio previdenciário.

  18. Mauricio says:

    Após despachar uma petição que o juiz determina uma providência no prazo de 5 dias, eu devo imediatamente e obrigatoriamente protocolar, ou posso cumprir o determinado e depois disso protocolar com a providência atendida?

  19. Adirlene Fonseca says:

    Olá! É possível o advogado falar com o juiz quando o processo já está na mesa dele? Meu pai, tem 83 anos. O processo refere-se a manutenção de posse/ reintegração…imóvel dele que está sendo indevidamente ocupado por outra pessoa. Depois que o processo foi pra mesa do juiz, descobrimos que a pessoa está realizando uma obra no imóvel e meu pai está apavorado, a advogada disse que não pode fazer nada. Ela não poderia conversar com o juiz para dar prioridade dentre as ” prioridades”? Ele está tão abalado que estou com receio de adoecer e acontecer coisa pior e nem ver o resultado da ação.

  20. Isabel says:

    Oi! Não sou advogada. Meu marido era réu num processo. Nenhum advogado quis pegar o caso. Depois de meses, decidi que ia cuidar de tudo sozinha. Fui falar com o juiz. Ele era simpaticíssimo e me ajudou muito. Disse o que eu tinha de fazer. Fucei entre os livros do meu pai (que foi advogado e já tinha morrido), achei o que eu precisava para sustentar o que eu juiz me havia dito e peguei a caneta. Sentei-me com meu marido e com meu irmão (que havia estudado até o 4.º ano de Direito havia milênios e redigimos o necessário. Uma amiga advogada assinou e ganhamos o caso. Se não fosse o juiz, eu teria ficado careca, de tanto arrancar os cabelos de aflição, de tanto chorar ao telefone atrás de advogados. Era um caso de Depositário Infiel. O bem penhorado havia desaparecido do local em que estava guardado. Se quiser acreditar, falei com nove advogados. Nenhum aceitou o caso. Um aceitou, mas me pediu uma fortuna. Um horror! Cheguei a dizer a um deles que ia processá-lo por omissão de socorro. Deus abençoe aquele juiz. Se não fosse ele, não sei como a coisa toda teria se resolvido. Nem sempre os juízes dão atenção. Falei com outro que me tocou para fora do gabinete como se eu o tivesse ameaçado. Desculpei-me e saí, chorando. Sempre me lembro daquele juiz camarada. Penso sempre nele com carinho e com agradecimento.

  21. Ramon says:

    Sou correspondente, e a diligência que menos gosto de fazer (aliás, detesto!) é despachar com o juiz!
    Sempre que possível, priorizo falar com os assessores, que são, na maioria das vezes, mais receptivos (afinal, são pagos justamente para “aturar partes e advogados chatos”).
    Mas, independentemente de tudo, é, na maioria das vezes um monólogo, ainda mais quando o processo é eletrônico! Você relata toda a história, faz o requerimento, para no final (quando muito) ouvir um “tem que esperar a ordem cronológica”; ou ainda “vou analisar com mais calma depois”.
    Enfim… a minha sorte é que, no TJDFT, a o sistema da corregedoria acusa o excesso de prazo (dias 30/31 dos meses são conhecidos pelo festival de publicações), assim ainda dá para segurar a ansiedade e a cobrança do cliente. Já no TRF a coisa muda de figura, infelizmente!
    Sucesso, colega!

    • Ramon, despachar realmente não é a coisa mais agradável, mas já falei com juízes que foram bem bacanas.
      Como correspondente despachar se torna mais frequente para você, né?
      Kkkkkkkk… (eu ri, mas foi de nervoso).
      Boa sorte colega! 🙂

  22. Moisés says:

    O estagiário pode despachar com o juiz?

  23. Roberta says:

    Adorei seu site! Amanhã farei o meu primeiro despacho com o juiz. 😉

  24. Eduardo oliveira says:

    Gente!!! NO primeiro semestre e no estágio, uma das Advogadas pediu pra eu despachar mas ainda nem sabia como era …kkk fiquei com frio na barriga realmente, mas fomos em uma audiência antes, e em seguida fomos ao forum e acabei deixando que ela fazer o despacho, e fiquei aprendendo, visto que a advogada me deu a opção de olhar e aprender… foi bem legal. Grato @ateliedodireito

  25. Como perito, sempre preciso despachos. Nunca tive nenhum desses problemas.

  26. PAULO ROBERTO DOS says:

    Oi….eu distribui um processo trabalhista, com uma tutela de urgencia no caso do limbo juridico. pois o meu cliente esta sem receber, pq o inss diz que esta apto e o medico do trabalho da emrpesa diz que esta inapto, veja como posso despachar com o juiz ? vou precisar levar alguma peticao impressa? ou só passar o numero do processo com o pedido?

    • Oi, Paulo! Tudo bem?
      Faz a juntada eletrônica da petição antes de despachar.
      Na teoria não precisa levar nada, MAS eu recomendo que você protocole sua petição e leve impressa no dia.
      Caso isso aconteça na audiência, provavelmente o juiz vai chamar o processo à conclusão e despachar depois, ou então abrir o processo na hora e fazer o despacho.
      Todos os atos ficarão disponíveis no próprio processo.
      Boa sorte!!!

  27. Márcio says:

    É possível despachar com o Juiz Federal também? Por exemplo em caso de benefício previdenciário de caráter alimentar?

    • Márcio, é possível sim!
      Recomendo entrar em contato com a secretaria para verificar o procedimento 😉

      • José do Carmo Costa Campelo says:

        Olá! Não entendi muito bem como funciona em casos de processos eletrônicos. Quando for na audiência o juiz irá despachar onde? E como consigo o protocolo depois ? Obrigada

        • Oi, José! Tudo bem?
          Se o processo for eletrônico, não precisa levar nada, MAS eu recomendo que você protocole sua petição e leve impressa para falar com o juiz.
          Caso isso aconteça na audiência, provavelmente o juiz vai chamar o processo à conclusão e despachar depois, ou então abrir o processo na hora e fazer o despacho.
          Todos os atos ficarão disponíveis no próprio processo 🙂

        • Aline Sborgi Segabinazzi says:

          Bom vamos lá, estou acostumada a despachar com o juiz! Mas hoje…cai numa juiza daquelas que não acha que é Deus, ela tem certeza! Essa juiza, foi extremamente sem educação, sequer olhou para o meu lado, ou para o que eu estava tentando mostrar! Na realidade ela não queria me atender! O que na realidade é um verdadeiro abuso de autoridade e mais, uma transgressão a lei. Ela só me disse que eu estava lá tentando demonstrar o meu ponto de vista! Bom, até onde eu sei, cada advogado defende o seu correto? Sinceramente…esse tipo de juiza deveria ser extinto! Cada dia mais assustada com a nossa justiça e nosso país.

  28. Miguel Accacio says:

    Pessoalmente, sempre fui muito bem tratado por juízes, especialmente os do trabalho e na Justiça Federal. Já vi alguns maus exemplos na Justiça Estadual, envolvendo outros colegas. E já vi desembargador que se recusou a receber a palavra respeitosa que lhe dirigiu um estagiário.

  29. Guilherme Lana says:

    Gostaria de esclarecer uma dúvida, tenho uma liminar concedida em 30/11/18, até hoje 22/02/19 os réus não foram intimados a cumprir a liminar, seria motivo para despachar com o juiz? Essa demora. Trata-se de um processo civil justiça comum.

  30. Rogério says:

    Ótimo texto, bastante explicativo. Parabéns!
    Gostaria que me citasse um exemplo de despacho para que eu possa fixar melhor.
    Desde já, agradeço!

    • Oi, Rogério!
      O despacho pode se referir a qualquer situação que vocês precise que o juiz analise com atenção… Pode ser para liberar uma conta penhorada, ou para explicar a urgência na liberação de guias, ou para demonstrar que um processo está parado indevidamente, ou que foi designada audiência quando já foi encerrada a instrução, ou qualquer outra situação que o advogado entenda que vale a pena conversar com o juiz 🙂

  31. Ola Melissa estou com um processo, e me pediram pra fazer um petição simples é depois despachar com o juiz, mais ainda sou acadêmico em direito, como faço pra despachar, estou aprendendo fazer diligência.

  32. silas says:

    muito obrigado pela ajuda ….meu processo já faz um ano que esta na mesa do juiz e meu advogado diz tem que aguardar ….mas com essa ajuda agora tenho argumento com meu advogado.obrigado

    • Oi, Silas! Tudo bem?
      Se o seu advogado falou que tem que aguardar, sugiro acatar a opinião profissional dele 😉

      • José do Carmo Costa Campelo says:

        Olá! Se o processo é eletrônico leva o que para conversar com o juiz na audiência? E onde ele irá despachar? Obrigada

        • Oi, José! Tudo bem?
          Se o processo for eletrônico, não precisa levar nada, MAS eu recomendo que você protocole sua petição e leve impressa para falar com o juiz.
          Caso isso aconteça na audiência, provavelmente o juiz vai chamar o processo à conclusão e despachar depois, ou então abrir o processo na hora e fazer o despacho.
          Todos os atos ficarão disponíveis no próprio processo ?

  33. Melissa says:

    Fico feliz, Karla \o/

  34. KARLA FÉLIX says:

    Obrigada Doutora.Ajudou muito.

  35. Melissa says:

    Oi, Leonardo! Tudo bem?Provavelmente não precisa de cópia, mas leva só por segurança, caso o juiz queira ler os termos do seu pedido 😉

  36. Unknown says:

    LEONARDO,Boa tarde Dra. Melissa,Tenho que despachar na Vara do Trabalho (Processo Eletrônico).Já foi peticionado o pedido de retirada de audiência da pauta, por fato das provas documentais já serem suficientes para o Direito e não haver necessidade de deslocamento das partes para audiência.MINHA DÚVIDA…O processo é eletrônico, como faço para despachar com o juiz, tenho que levar alguma cópia da petição, ou algo?Falaram que não precisava imprimir nada, mas minha dúvida, vou chegar lá só com “número do processo anotado em um papel”?Dúvidas!!!

  37. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Você deve conversar com o seu advogado.Boa sorte! 😉

  38. Anônimo says:

    Boa tarde Melissa,Meu pai tem um processo de aposentadoria desde 2014, o mesmo está parado desde o ano passado aguardando apenas o parecer do juiz. Já tentei de tudo, mas o advogado diz que só resta esperar. Acontece que meu pai já tem 65 anos e está precisando muito se aposentar, esteve muito doente recentemente, o que me causou aflição e desespero. Fazendo pesquisas de como fazer uma solicitação no CNJ, encontrei o seu blog. Você poderia me dá uma orientação. Desde já agradeço. Claudia

  39. Melissa says:

    Melhor verificar na secretaria da Vara antes…

  40. Anônimo says:

    Boa noite Melissa, Recebia uma solicitação de correspondência jurídica para requerer uma certidão de inteiro teor, mas leva algum tempo para ser expedida, porém o escritório que pediu tem urgência, eu posso despachar com o juiz para pedir a certidão, mesmo não sendo advogado da causa e sem petição?

  41. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Essa é uma estratégia que você tem que alinhar com o seu advogado!Boa sorte 😉

  42. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Você deve conversar com o seu advogado.Boa sorte! 😉

    • Viviane says:

      Boa Noite Dra Melissa gostaria de algum tipo de ajuda pois não sei mais como proceder! Em resumo minha mae 75 anos e deficiente foi minha fiadora em um imovel que morei em 2010 ate 2014 Bom tive varios problemas de saude internacies e acabei sem condicoes de arcar com os ultimos alugueis tentei de todas as formas um acordo c a proprietaria explicando e mostrando provas dos fatos. Enfim ela nao aceitou e partiu p o despejo. Qdo vi a acao fui ate a defensoria publica de Santo Amaro onde depois de mtos dias perdidos me negaram um defensor alegando que pelo valor do aluguel R$ 2000,00 não me enquadrava para obter um defensor publico ( o que achei um absurdo pois desde 2013 estava sem emprego sem renda alguma para contratar um advogado) O despejo aconteceu eqto eu estava internada e depois de 2 anos o processo foi afquivado Bom em 2016 veio outro processo de cumprimento de sentenca onde novamente fui ate a defensoria .. desta vez no Centro da Vidade e novamente me foi negada pois mesmo sem nenhum valor em nenhuma conta mesmo levando todos os documentos pedidos que misteavam e provavam minha incapacidade de arcar c advogado e de minha mae tb ifosa aposentada morando no bem que da fianca. Hj vi o processo e o juiz deu a penhora do bem que residimos eu minha mae eminha filha de 2 anos Nao tenho vondicoes de pagar nenhum advogado e ja foi nomeado perito para acaliacao do bem Me falaram sobre a possibilidade de pedir uma audiencia ao juiz ( eu mesma srm advogado) essa informaçao procede? Se sim como devo agir ?pois a cada dia o buraco aumenta e realmente nao temos renda p contratar advogado. Como podem penhorar o unico bem de uma idosa e deficiente onde nele moram Ela sua filha e neta? Por favor me responda pois nao durmo ha meses e nao posso imaginar o que causaria na saude muito delicada da minha mae ver um perito entrando em casa

      • Oi, Viviane!
        Sinto muito pelas dificuldades que você está enfrentando… Sei como a vida pode ser difícil às vezes 🙁
        Infelizmente não posso te ajudar, pois eu só advogo na Trabalhista e desconheço os trâmites da área Cível.
        A minha sugestão é que vá até a Vara onde tramita o processo e tente conversar com eles, buscando uma orientação lá.
        Outra ideia é tentar conversar em uma dessas faculdades, pois elas fazem atendimento à população em geral.
        Mesmo o seu caso não sendo do Juizado Especial, pode ser que eles te passem uma informação mais precisa:
        ✨ UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO – UNISA – JEC SANTO AMARO
        End.: Rua Isabel Schmith, 349 – Santo Amaro
        CEP: 04743-030
        Fone: (11) 2141-8958/2141-8952
        Horário de Atendimento aos advogados e estagiários: das 11 às 18 horas
        Horário de Atendimento ao público: das 12:30 às 17 horas
        ✨ UNIVERSIDADE PAULISTA OBJETIVO – UNIP “CAMPUS” PAZ – JEC SANTO
        AMARO
        End.: Rua da Paz, nº 769 – Chácara Santo Antônio
        CEP: 04713-000
        Fone: (11) 5181-1990/5181-4357
        Horário de Atendimento aos advogados e estagiários: das 11 às 18 horas
        Horário de Atendimento ao público: das 12:30 às 17 horas
        Boa sorte e espero que dê tudo certo! ?

  43. Anônimo says:

    Dra Boa noite, só queria esclarecer uma dúvida, sou portadora de câncer de mama e tenho um processo na justiça pra requerer auxílio doença, o INSS indefere o pedido, o meu advogado está me pedindo dinheiro pra ficar de plantão no Jef justiça federal aqui de campinas, ele pode pedir por petição uma audiência com o juiz? Visto que meu.processo está na fase concluso para julgamento, ele não pode pedir uma audiência com o juiz com horário marcado pela urgência do meu estado de saúde.

  44. Gostaria de saber o que significa essa pauta:Publicado despacho VISTA AUTORA. Para fins de analise da prioridade da audiencia, necessário averiguar qual das audiencias foram agendadas anteriormente.Comprovara procuradora quando a agendada a audiencia no juizado de BH.Pode me ajudar?

  45. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Protocola e leva uma cópia impressa 😉

  46. Anônimo says:

    Olá Dra. Tenho uma diligência para fazer na minha cidade, é de um processo eletrônico. Como procedo? Levo impresso a petição ou em um pendrive?

  47. Unknown says:

    Parabéns! Que explicação simples e eficiente.

  48. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Você deve conversar com o seu advogado.Boa sorte! 😉

  49. Jhojho says:

    Olá boa noite, não sou adbogada, mas estou com um caso pra ser resolvido e por isso vim pesquisar sobre J. concluso e esse blog foi sugerido, me ddivorciei em 2011, tínhamos um imhibe e o mesmo ficou comigo, pra eu continuat pagando o financiamento, agora eu necessitei tirar o nome do meu ex esposo, mas no processo não foi citado o endereco do imovel e a empresa que eu comprei alega que ficou dúvidas sobre qual imóvel o juiz referia( mesmo so tendo um) e nosso tive que contratar um advogado pra que seja feita essa alteração, e hoje ele me disse que o juiz deu J. Concluso, não consgeui falar com meu advogado após essa mensagem e estou aqui aflita com receio que o juiz tenha se negando a permitir a retificacao. Alguém poderia me alutar, me esclarecendo o que seria J. concluso, desde já agradeco.

  50. Melissa says:

    Oi, Ana! Tudo bem?O procedimento varia de Vara para Vara, mas a minha sugestão é que você protocole a petição e imprima uma cópia e leve com você para despachar. Essa cópia não será entregue… Ela é apenas um “apoio” para você, caso pergunte alguma informação (exemplo: qual é o número do ID? quando protocolou?).Para ter certeza do procedimento adotado, só ligando na Vara e conversando :/

  51. Unknown says:

    Boa noite, Melissa! Fiquei com uma dúvida no caso do processo eletrônico. Se junto a petição eletronicamente antes de despachar, depois devo entregar a petição despachada com o juiz na secretaria da Vara? Att, Ana Mota

  52. Melissa says:

    Fico feliz, Gerson 😉

  53. Parabém Melissa, seus comentário são muito esclarecedores.

  54. Melissa says:

    Não existe prazo certo 🙁

  55. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Que bom que já acompanha o blog!O cliente só recebe depois da publicação disponibilizando :(Abraço!

  56. Anônimo says:

    Qual prazo para pagamento do Álvara depois de concluso?

  57. Unknown says:

    Boa Tarde Dra Melissa!Parabéns pelo excelente trabalho de colaborar com resposta extremamente proveitosas.Sou do (10) décimo semestre de direito e tenho uma pequena dúvida sobre alvará.Quando o Juíz descpachar o alvara. Qual é o prazo para o cliente receber o mesmo?

  58. Melissa says:

    Que luta, ein Wagner?Mas que bom que conseguiu 🙂

  59. Wagner V. says:

    Olá. Já tive um caso de uma inicial com varios pedidos de tutela antecipada em que tive que ir despachar por 5 vezes consecutivas, pois “o Juiz” decidiu somente um pedido por vez. Na última vez ele disse que não iria me atender e eu argumentei: Como não vai me atender ? Vossa Excelência não apreciou todos os pedidos e o autor necessita da sua decisão ! Então Excelência, com o devido respeito, eu insisto em ser atendido e ter o pedido apreciado. Nem que seja para ser indeferido, pois assim, me permite o recurso.Fui atendido a contragosto. Todos os meus pedidos foram deferidos.O Juiz tem obrigação de atender e o Advogado de se portar de forma firme e respeitosa.Abraços.

  60. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Se você já explicou tudo por petição, o melhor é aguardar o despacho mesmo.Quanto à demora, infelizmente é normal… Acostume-se, pois faz parte da nossa profissão :(Abraço!

  61. Anônimo says:

    Olá. boa tarde! Ajuizei uma ação no JEC só que anexei comprovante de residência no nome do cônjuge da autora pois moram na mesma casa. Ocorre que o juiz expediu certidão dizendo que eu havia anexado endereço diverso do nome da autora, mas apenas isso, sem nenhuma ordem. Eu, posteriormente, próximo a audiência anexei por via das dúvidas o comprovante no nome da autora, explicando que era o mesmo endereço que havia anexado anteriormente em nome do seu cônjuge. Não houve audiência pois a aconciliadora disse que os autos estavam conclusos para despacho e que o réu por isso não foi citado. qUe EU DEVERIA AGUARDAR o despacho. Só que está demorando muito e esse juiz aLIÁS, demora muito para despachar, além disso é muito ignorante com os advogados que vão falar com ele. Eu nunca falei pessoalmnete com ele. Nesse caso você acha que devo falar pessoalmente com ele e explicar o que houve? Qual a providência que ele irá tomar? Ele pode extinguir a ação sem resolução do mérito? Estou meio perdida quanto a isso, pois sou iniciante. Desde já, grata!

  62. Melissa says:

    Ufa! Que bom que deu certo 🙂

  63. Anônimo says:

    Ok. Muito obrigada pela sua orientação. A juíza despachou hoje e determinou que o oficial de justiça cite pessoalmente o mandante, inclusive determinando que o novo patrono seja incluído nos autos.

  64. Melissa says:

    Oi, tudo bem?A princípio não é necessário despachar, mas se quiser garantir, converse na secretaria da Vara, pois eles poderão informar qual é o procedimento adotado pelo juiz de lá. Aí se for o caso, você despacha 😉

  65. Anônimo says:

    Em se tratando de petição de renúncia de mandato é necessário despachar com o juiz? O mandante foi notificado por telegrama e juntado aos autos o comprovante, já tendo esgotado o prazo de 10 dias essa semana, porém,faltam cerca de 13 dias para a audiência de instrução. É conveniente despachar com o juiz ou não é necessário? Muito obrigada!

  66. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Não pode!Converse com o seu advogado, pois existe uma solução para o problema da distância que ele saberá como proceder.Abraço e boa sorte 😉

  67. Melissa says:

    Oba, Giselle!Que bom 🙂

  68. Anônimo says:

    meu advogado é longe da vara se eu pegar a petição dele poderei usar qualquer advogado para despachar lá do fórum algum que tenha interesse de despachar mesmo não estando nos autos?

  69. Giselle says:

    Melissa,Otima postagem, tirou todas as minhas duvidas. Obrigada

  70. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Converse com a sua advogada, pois tenho certeza de que ela agirá da forma apropriada.Abraço e boa sorte 😉

  71. Anônimo says:

    Ola Dra Melissa bom dia! minha advogada acabou de protocolar a replica mais esqueceu de contestar um fato importantissimo, a petição ainda não foi juntada ela ainda pode contestar este fato que ela deixou de contestar antes que o processo chegue nas mãos do juiz. e um fato importante que pode levar a descisão do final do processo.

  72. Anônimo says:

    Ola Dra Melissa bom dia! minha advogada acabou de protocolar a replica mais esqueceu de contestar um fato importantissimo, a petição ainda não foi juntada ela ainda pode contestar este fato que ela deixou de contestar antes que o processo chegue nas mãos do juiz. e um fato importante que pode levar a descisão do final do processo.

  73. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Converse com a sua advogada, pois ela é a pessoa ideal para te ajudar, já que está ciente do conteúdo do processo.Abraço e boa sorte! 😉

  74. Anônimo says:

    Doutora estou com uma perdição dez do ano passado que minha advogada fez de um dinheiro que está em uma conta judicial e até agora nada pode me ajuda

  75. Melissa says:

    Consulte o seu advogado e não faça mais isso.Além de ser antiético, podr atrapalhar o processo!

  76. Anônimo says:

    Não sou advogado e anexei, como autor ,uma folha que pode dirimir a complexidade no processo eletronico . Posso falar com o juíz ? ele me receberá ? posso levar qualquer advogado ? pois o meu , do processo , está sempre muito “ocupado “.

  77. Melissa says:

    Verdade, Evandro… Temos que estar preparados para qualquer situação!Quanto à correção solicitada, não consigo editar os comentários, mas fica a sua observação da frase correta.Obrigada pela visita e volte sempre 🙂

  78. Doutora, por gentileza, corrija na minha postagem onde escrevi “despachar com o Advogado”, a intenção era escrever “despachar com o Juiz”. Ocorre que quando estamos cansados da jornada diária o teclado ganha vida própria rsrs.

  79. Obrigado pela atenção da resposta Dra. Realmente nunca passei por isso, mas esse exercício de prescrutar certas situações é interessante para não ficar “sem rumo” caso venha a ocorrer, cientes que somos de que o risco é real.Bom, creio que a Doutora teve a mesma impressão que eu no tocante à relativa dificuldade de se fazer essa prova pré-constituída para um Mandado de Segurança ante à situação espinhosa.Mas nada que não possa ser realizado com um boa dose de criatividade e jogo de cintura conforme bem mencionou a Doutora. Novamente agradecido e novamente parabéns pelo belíssimo trabalho que aqui desempenha.

  80. Melissa says:

    Oi, Evandro! Tudo bem?Que bom que gosta do blog :)Nunca passei por essa situação na prática, graças a Deus, então não precisei fazer esse tipo de prova. Mas se acontecer, você pode pedir a presença de um colega com você, especialmente se o juiz é notadamente difícil de lidar.O advogado tem que ter jogo de cintura e achar a solução na hora que o problema ocorre… Somos multitarefas *risos*Abraço e espero que também não passe por isso 😛

  81. Concordo com a solução jurídica apontada à negativa de Despachar com o Advogado. Porém, a meu sentir surge um problema de ordem prática: provar o direito do Advogado despachar com o Juiz é relativamente fácil, mas provar o acontecimento requer maior trabalho e, sabidamente, no Mandado de Segurança a prova dos fato é pré-constituída, de modo que havendo qualquer incerteza ou chance de os fatos não terem ocorridos como descritos na inicial a segurança requerida será denegada. Pergunto à Doutora, tendo em vista que o MS enseja a apresentação de prova pré-constituída como Vossa Senhoria satisfez esse requisito legal do writ? Sobretudo, nos casos em que a negativa do Magistrado é desacompanhada de qualquer material escrito? Creio sim, que a solução descrita pela doutora é possível, correta e certamente que na sua experiência profissional já encontrou a resposta dessa minha dúvida no tocante à matéria probatória, sendo a razão de minha pergunta. Por oportuno, parabéns pelo belo trabalho.

  82. Melissa says:

    Verdade, Rômulo!Bem pontuado 😉

  83. Excelente texto Dra. Melissa, paranbéns! Ressalvando o detalhe de que quem irá julgar o caso é próprio juiz, e por tanto todo tato é pouco, gostaria apenas de pontuar que despachar diretamente com o juiz é uma prerrogativa do advogado, logo é dever do juiz atender à estes independentemente de horário marcado.

  84. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Pode despachar sim!Boa sorte 😉

  85. oliviane says:

    Bom dia Doutora,É possivel despachar uma petição sobre prioridade no andamento do processo, pois o cliente é idoso e o processo esta parado há 1 ano e na inicial já tinha solicitado a prioridade.Obrigada

  86. Melissa says:

    Obrigada pela contribuição, João!Boa sorte no seu processo 😉

  87. joão says:

    Boa noite Dra. Melissa!Gostei de suas dicas para os colegas e principalmente a respeito do tema “Despachar com o Juiz”, tive a poucos dias a necessidade de despachar com um deles que me intimou a peticionar para falar com ele, farei sim tal petição e a protocolarei normalmente no protocolo solicitando urgência (estou para fazer um cateterismo em outro estado e estou ainda no Rio por conta e obra de nosso judiciário), no 1º contato já o avisei que não vou ficar a merce do judiciário por um processo que já se protrai por mais de 7 anos (estou sendo tratado como criminoso num processo de partilha de meus bens). Enfim é o judiciário brasileiro.Só gostaria de acrescer De acordo com o artigo 3º, parágrafo 2º, do Estatuto da Advocacia (Lei 8.906/94), 2º O estagiário de advocacia, regularmente inscrito, “pode praticar os atos previstos no art. 1º, na forma do Regulamento Geral, em conjunto com advogado e sob responsabilidade deste”. Os atos previstos no artigo 1º são a postulação a órgãos do Judiciário e aos juizados especiais e atividades de consultoria, assessoria e direção jurídicas.Já o Regulamento Geral do Estatuto da Advocacia e da OAB prevê, em seu artigo 29, que “os atos de advocacia, previstos no art. 1º do Estatuto, podem ser subscritos por estagiário inscrito na OAB, em conjunto com o advogado ou o defensor público”.

  88. Melissa says:

    Oi, Raquel! Tudo bem?Que bom que chegou até aqui :)Infelizmente só vi sua mensagem depois, então acho que já despachou, né?Mas se você seguiu o que falei nesse post, tenho certeza que deu tudo certo. E na próxima, se precisar de uma ajuda específica, tenho um programa de Mentoria todo dedicado a isso: http://www.mentoriajuridica.com.brAbraço e, se puder, volta para contar como foi 😉

  89. Bom dia Dra. Melissa!Pesquisando dicar na internet, encontrei seu site. Excelente!!Hoje despachar no gabinete do juiz pela primeira vez.Eu preciso que ele julgue minha liminar de um MS que distribui ontem no PJE.Qual a melhor forma de explicar essa necessidade da liminar para conseguir que o Juiz defira ela ainda hoje? Devo levar algum documento? Qual a melhor abordagem?E depois com a liminar deferida em mãos, caso assim o juiz faça, o que tenho que fazer para que essa liminar seja executada ainda hoje? Devo levar pessoalmente na Instituição?Desculpa pela quantidade de dúvidas, mas estou ansiosa com a situação..rsrsObrigada!

  90. Melissa says:

    Oi, Josiane! Tudo bem?Só via sua mensagem agora… Será que já despachou? :|Bom, você pode falar com o juiz antes de protocolar, porque aí pode ser que ele receba e já determine a juntada da petição ou já peça para separar o processo e analisar o caso.Abraço e depois me conta como foi! 🙂

  91. Bom dia Dra. Melissa!Adorei suas explanações, sou iniciante e hoje farei meu primeiro despacho com o juiz, estou super ansiosa, pois é uma tutela antecipada em caráter de urgência, acho que devo protocolar na distribuição primeiro e depois me dirigir a sala do Juiz, correto?

  92. Melissa says:

    Oi, tudo bem?Isso é imprevisível, porque depende exclusivamente do juiz.Pode ser um dia ou pode ser um ano… Não dá para saber :\

  93. Anônimo says:

    Olá, Dr: Melissa, Boa Tarde.Acerca de uma nova petição trabalhista de um mesmo processo, quanto tempo tenho que esperar até a juíza apreciar a petição e despachar ?

  94. Melissa says:

    Thaisla, tudo bem?Não precisa levar a petição impressa, mas sugiro que leve só por precaução. Boa sorte 😉

  95. Boa tarde, preciso despachar diretamente com o juiz a respeito que os oficiais não estão fazendo os mandados da vara nem estão juntando certidão, o processo é eletrônico. Tenho que levar o petição impressa? Só p ele dar uma olhada? Ou só o número do processo e explica? Att

  96. Melissa says:

    Oi, Carlos! Tudo bem?Seja bem vindo :)Quanto à sua dúvida, pode despachar sim, sem nenhum problema!É super comum estagiários despacharem com o juiz.Abraço e bons estudos!

  97. Bom Dia Dra. Melissa!Em primeiro lugar, agradeço pelo conteúdo compartilhado conosco sobre esse assunto tão importante. Sou estudante de Direito (10ºsemestre), já tenho OAB de estagiário, porém surgiu uma dúvida no que tange ao aludido assunto, posso fazer despacho sendo estagiário?

  98. Melissa says:

    Oi Vinícius! Tudo bem?Não tenho muita experiência com processos administrativos, mas recomendo que leve tudo pronto para já protocolar.Antes, converse com um funcionário da secretaria e pergunte se deve protocolar antes ou despachar antes.Você pode também despachar direto com o juiz. Já fiz isso em um caso cível (área da qual nada entendo) e o juiz foi super legal… Despachou a petição e me orientou a protocolar na própria secretaria uma petição e distribuir a ação que levei junto.Não sei se ficou confuso, mas resumindo: vá com tudo pronto e converse na secretaria ou direto com o juiz.Boa sorte e depois volta para contar o resultado 😉

  99. Olá Melissa.Amanhã irei protocolar um MS e eu preciso despachar com o juiz assim que eu fizer o protocolo. Me falaram que eu preciso impetrar o MS e seguir a distribuição para que eu possa falar com o juiz. Aconcete que é a minha primeira ação na vida e eu não tenho ideia de como se faz isso. Você poderia me ajudar ? Eu preciso que ele suspenda o julgamento de um processo administrativo num conselho, até que ele julgue o meu MS. Porém o julgamento no conselho é quarta-feira agora. Ou seja, eu só tenho amanhã para conseguir impetrar o MS e conseguir a liminar

  100. Melissa says:

    Que bom receber sua mensagem, Magno!Nunca é cedo demais para aprender, né?Se continuar assim, terá uma carreira brilhante 😉

  101. Anônimo says:

    Como já parabenizei anteriormente, renovo minha admiração e apreço pela Dra. Melissa. Esse site tem me ajudado bastante. Ainda sou estudante na graduação, tenho pretensão em seguir na área trabalhista, aqui tenho aprendido muito com suas publicações.Excelente conteúdo, é meu site preferido.Magno Freire

  102. Fábio Jesuino Feitosa says:

    Sim Dra. Muito obrigado.Fábio Jesuino Feitosa

  103. Melissa says:

    Que bacana!Volta sim… Kkkkkkk!Quero saber como foi! 🙂

  104. Que legal essa área. Sou novo aqui e novo da advocacia. Estou fazendo algumas correspondências e esse tipo de informação me interessa bastante! Amanhã irei despachar com uma juíza aqui de Pernambuco numa vara do trabalho, se eu estiver vivo eu volto para detalhar como foi ou se a pancado for muito forte, só lembrar detalhes kkkk. Valeeeu.

  105. Melissa says:

    Olá! Tudo bem?”Concluso” quer dizer que o processo está com o juiz para análise. Quando dele dá esse despacho “J. Concluso”, ele está dizendo: “juntem a petição ao processo e mandem direto para mim, pois preciso analisar esse caso”.Espero que tenha entendido 😉

  106. Anônimo says:

    Bom dia Dra. Melissa,Sou novo na advocacia, o que é “J. Conclusos'?

  107. Melissa says:

    Legal! Depois volta para contar se deu certo! 🙂

  108. Jussan Souza says:

    Muito obrigado Melissa!Me tranquilizou bastante.Grande abraço!

  109. Melissa says:

    Jussan, tudo bem?Se o juiz for grosso, problema dele. Você deve se manter calmo e firme no pedido até que ele despache.Se ele se recusar a despachar, saia da sala sem causar confusão.Depois você faz um Mandado de Segurança.Dá uma olhada nesse link: http://www.oabsp.org.br/subs/saoluizdoparaitinga/institucional/prerrogativas/juiz-e-obrigado-sim-a-receber-advogado-a-hora-queBoa sorte! 😉

  110. Jussan Souza says:

    Parabéns pela ótima explicação! clara e objetiva, como sempre.Uma dúvida: Como proceder no caso do juiz for grosso e não der para despachar com ele (como já ouvi colegas meus relatando)?Pois nesta semana irei tentar meu primeiro despacho com o juiz, e o caso é urgente. Não sei como proceder no caso de não conseguir despachar com ele. Insisto até conseguir, represento à OAB…? Pode me ajudar?Desde já, muito obrigado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.